Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Governo deve transferir BR-163 para concessionária até junho de 2020

A rodovia deve receber quase 1,7 bilhão de reais de investimentos durante os 10 anos de concessão

Por Roberta Paduan Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO , Da Redação, Sergio Ruiz Luz
Atualizado em 30 Maio 2019, 19h37 - Publicado em 30 Maio 2019, 19h29

Nesta quinta-feira (30), o Ministério da Infraestrutura aprovou o estudo de viabilidade para a concessão de 970 quilômetros da BR-163. O trecho liga Sinop, no Mato Grosso, ao porto de Miritituba, no Pará, uma das principais rotas de escoamento de soja do país.

Segundo o estudo — doado por uma empresa privada e chancelado pela área técnica do Ministério –, a rodovia deve receber quase 1,7 bilhão de reais de investimentos privados durante 10 anos de concessão. Também segundo o estudo, a BR-163 recebe tráfego médio de 6 mil caminhões por dia, o suficiente para despertar interesse de concessionárias.

O prazo mais curto da concessão, de 10 anos, deve-se à expectativa de construção da Ferrogrão, ferrovia que terá trajeto semelhante ao da BR-163, e deve receber boa parte do fluxo de caminhões quando os trens começarem a rodar.

Continua após a publicidade

A estimativa do governo é lançar o edital com as condições da concessão no primeiro trimestre de 2020, e realizar o leilão até junho do ano que vem.

Construída na década de 1970, a BR-163 possui trechos sem asfalto no Pará, o que gera filas quilométricas de caminhões atolados no período de chuva. A promessa do governo é finalizar a pavimentação de todos os trechos antes do final deste ano.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.