Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo da PB apaga lista de dicas que recomendava “cara de brava” contra assaltos

Relação aconselhava ainda que mulheres andassem com bolsa reserva "com quinquilharias" para entregar aos ladrões; governo diz que lista não refletia política de segurança

Após a repercussão de reportagem do site de VEJA, a Secretaria de Segurança e da Defesa Social da Paraíba retirou do seu site a relação de dicas de segurança onde constava recomendação para que as mulheres paraibanas fizessem “cara de brava” caso se sentissem inseguras ao andar à noite ou quando saíssem de um banco.

Por volta de 16h desta quarta-feira, todos os itens, que estavam divididos em seções como “dicas de segurança para mulheres” e “dicas de segurança no trânsito”, foram retirados do ar. Originalmente, quem entrasse no site se deparava com uma relação onde constava a frase “se você se sente insegura ao andar à noite numa rua deserta, ou ao sair do banco com o dinheiro na bolsa, faça cara de brava, franza as sobrancelhas, fale alto consigo mesma”.

Outras dicas recomendavam que as mulheres andassem com uma bolsa reserva “com quinquilharias e algum dinheiro” para entregar ao assaltante ou estimulavam que os cidadãos da Paraíba treinassem métodos de fuga para o caso de serem trancados em porta-malas durante um sequestro. Recentemente, os sites das polícias Civil e Militar da Bahia também retiraram do ar listas semelhantes após a imprensa ter divulgado os itens mais curiosos das relações.

Inicialmente, o governo paraibano só havia eliminado a dica onde constava a recomendação de que as mulheres deveriam fazer “cara de brava”. Às 14h, esse era o único item citado na reportagem que não constava mais na lista. Duas horas depois, toda a lista havia sido retirada do ar. No momento, ao acessar esta seção do site aparece um aviso que diz “página não encontrada”.

Procurada, a Secretaria de Segurança afirmou, em nota, que “as dicas haviam sido obtidas de um outro portal e já foram retiradas do ar por não refletirem a política de Segurança do Governo da Paraíba”.