Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo brasileiro concede asilo a senador boliviano

Por Ayr Aliski

Brasília – O governo brasileiro decidiu conceder asilo ao senador boliviano Roger Pinto Molina, informou nesta sexta-feira o Ministério das Relações Exteriores (MRE). O senador, que é líder oposicionista ao governo de Evo Morales, está na chancelaria brasileira em La Paz desde o início da semana passada. Ele solicitou asilo argumentando ser vítima de perseguição política. Em nota divulgada na tarde de hoje, o MRE informa que o asilo foi concedido “à luz das normas e da prática do Direito Internacional Latino-Americano e com base no artigo 4.º, inciso X, da Constituição Federal”.

A concessão de asilo, no entanto, não representa a saída imediata de Roger Pinto de La Paz. Ainda será preciso esperar que o governo boliviano emita um salvo-conduto, para que então o senador deixe a chancelaria brasileira, explicou hoje o porta-voz do Itamaraty, embaixador Tovar Nunes da Silva. O embaixador informou que o governo boliviano foi comunicado na última quarta-feira sobre a decisão brasileira. Ainda não está definida a data e a forma de realização da viagem de Roger Pinto ao Brasil.

Roger Pinto foi eleito pelo partido conservador “Convergência Nacional” no departamento de Pando, ao norte da Bolívia. A decisão pelo pedido de asilo foi anunciada no dia 29 de maio, em uma entrevista concedida em La Paz pelo deputado Adrian Oliva, também da Convergência Nacional. O deputado leu uma carta de Roger Pinto e nesse texto o senador argumentou, entre outros pontos, que “por pensar de maneira diferente” estava em “circunstâncias difíceis”, o que o levou a buscar refúgio na embaixada do Brasil. Disse também temer por sua vida.