Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governistas – pero no mucho – no comando da comissão do impeachment

A comissão que vai julgar o impeachment da presidente Dilma Rousseff deve ter no comando deputados de partidos alinhados ao governo: Rogério Rosso, do PSD, na presidência, e Jovair Arantes, do PTB, na relatoria. Os nomes foram costurados com partidos de oposição e também com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A ideia é justamente acomodar no colegiado parlamentares com perfil mais moderado e tirar a imagem de que a condução do grupo é feita por oposicionistas ao Planalto. Deputados próximos aos possíveis comandantes da comissão, no entanto, fazem questão de apresentar uma ressalva: não há qualquer compromisso desses parlamentares em ajudar o governo. Vale lembrar que a bancada do PSD é formada por deputados favoráveis ao impeachment de Dilma, e que Jovair Arantes anunciou, no ano passado, a posição de independência da bancada do PTB na Câmara. Arantes é apontado como um dos deputados mais próximos a Eduardo Cunha. A eleição do comando da comissão está marcada para às 19h desta quinta-feira. (Marcela Mattos, de Brasília)