Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goleiro Bruno ‘demite’ Ércio Quaresma, que assumiu ser dependente químico, e contrata advogado de Macarrão

Escândalo com vício em crack e pressões da família motivaram a decisão

O goleiro Bruno, acusado de matar a jovem Eliza Samudio, tem novo advogado. Depois de mais um escândalo envolvendo Ércio Quaresma, que até então era o defensor do atleta, Bruno decidiu, ele próprio, substituir seu representante. O novo advogado do caso é Cláudio Dalledone Júnior, que vinha atuando apenas na defesa de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, amigo do goleiro e também acusado de participação no crime.

Mesmo antes das revelações de que Quaresma é dependente químico e luta para se livrar do vício em crack, a família do goleiro já pressionava pela saída do advogado. O motivo seriam ameaças feitas a parentes de Bruno e à noiva do atleta, Ingrid Oliveira – algumas delas gravadas e entregues à Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Minas Gerais.

Por ter maculado a imagem da advocacia, Quaresma responde atualmente a um processo disciplinar, cujo julgamento está marcado para a próxima terça-feira, no Tribunal de Ética e Disciplina da entidade. Ao processo, foram anexadas imagens do advogado em um bar em Belo Horizonte, fumando um cachimbo de crack e negociando com traficantes.

Apesar de oficialmente afastado do caso, é muito provável que Quaresma continue a interferir na estratégia de defesa do jogador. Dalledone já se pronunciou sobre o que pretende fazer pelo cliente, e seguirá a mesma linha de defesa: o objetivo é evitar a qualquer custo que Bruno vá a júri popular, sustentando que Eliza não está morta, por não ter sido encontrado corpo.