Clique e assine a partir de 8,90/mês

Globais participam de protesto que pede renúncia de Temer

"Não é possível que nosso próximo presidente seja eleito por esse Congresso", disse o ator Wagner Moura

Por Maria Clara Vieira - Atualizado em 28 Maio 2017, 17h25 - Publicado em 28 Maio 2017, 17h07

Artistas globais e cantores marcaram presença no ato que acontece neste domingo na orla de Copacabana, zona sul do Rio. O protesto pede a renúncia do presidente Michel Temer e a convocação de eleições diretas.

Na parte de trás do trio elétrico que servia de palco, manifestantes disputavam espaço para conseguir fotos com os artistas que chegavam. Entre eles estavam as atrizes Sophie Charlotte, Maria Casadevall, e os atores Daniel Oliveira, Gregório Duvivier e Humberto Carrão. O mais disputado foi o ator Wagner Moura, que comandou a apresentação dos músicos.

Alguns políticos que auxiliaram na organização do evento também atenderam a pedidos de fotos. Entre eles, os deputados Marcelo Freixo (PSOL-RJ), Alessandro Molon (REDE-RJ) e Jandira Feghali (PCdoB-RJ), além do senador Lindbergh Farias (PT-RJ). Segundo os organizadores, o evento reúne cerca de 50 mil pessoas.

Todos os artistas estavam concentrados em um apartamento em Copacabana e chegavam em uma van fretada especialmente para o evento

“Nós estamos vivendo a história. Não é possível que nosso próximo presidente seja eleito por esse Congresso, com 200 deputados investigados. Pode ser legal, mas é imoral, é ilegítimo. A queda do Temer não é o fim do golpe”, disse Wagner Moura. Ele estava ao lado de Lindbergh Farias, que também é investigado.

O ponto alto do protesto acontece nesta tarde, com a presença de Caetano Veloso, Criolo e Maria Gadu.

https://www.instagram.com/p/BUpgKSQB1jb/?taken-by=wagnermourafc

 

Continua após a publicidade
Publicidade