Gabinete da deputada Flordelis é alvo de busca e apreensão

Inquérito investiga participação da congressista no assassinato de seu marido, Anderson do Carmo; filhos da parlamentar também são alvo de mandados

Por Da Redação - Atualizado em 30 nov 2019, 18h21 - Publicado em 30 nov 2019, 17h57

Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói cumpriram neste sábado, 30, um mandato de busca e apreensão no gabinete da deputada Flordelis (PSD-RJ), no âmbito das investigações do assassinato do pastor Anderson do Carmo, que era casado com a congressista. Um dos filhos do casal foi conduzido à delegacia especializada.

Também foram feitas buscas e apreensões foram feitas na casa do chefe de gabinete da deputada, em Niterói, e na igreja Ministério Flordelis, no município de São Gonçalo, ambos no estado do Rio de Janeiro. Os nomes do filho e do chefe de gabinete não foram revelados pela polícia.

Flordelis e Anderson foram casados por mais de 20 anos, período em que criaram 55 filhos, dos quais 51 adotivos. Alguns dos filhos são investigados como possíveis envolvidos no crime. O pastor foi assassinado a tiros na garagem de casa, em Niterói, no dia 16 de junho deste ano.

A deputada estava com o marido no momento do crime. Eles haviam acabado de chegar em casa de carro, por volta das 4 horas, quando Anderson foi morto.

Publicidade

De acordo com familiares, o casal voltava de uma confraternização quando a deputada percebeu que o veículo dirigido por Anderson estava sendo perseguido por duas motos. Quando já haviam chegado em casa, a vítima disse que voltaria à garagem para buscar algo que havia esquecido no carro. Momentos depois, tiros foram ouvidos e Anderson foi encontrado ferido. Ele chegou a ser hospitalizado, mas não resistiu aos ferimentos.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade