Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Furtados dados sigilosos da Petrobras

A Petrobras confirmou nesta quinta-feira o furto de equipamentos e materiais que continham informações sigilosas da companhia. O material levado não estava sob o controle da empresa no momento do furto, e sim de uma prestadora de serviços que fazia o transporte dos equipamentos de uma estação de pesquisa no mar para escritórios da Petrobras no Rio de Janeiro. A empresa garantiu que tem cópias de todo o conteúdo furtado.

O crime ocorreu no início deste mês e as investigações já foram abertas. O escritório da Polícia Federal no Rio estaria analisando o caso em missão especial em conexão com o comando da PF em Brasília. De acordo com o site do jornal O Estado de São Paulo, a PF considera “todas as hipóteses”, inclusive a de que o roubo esteja relacionado a assuntos de espionagem industrial – com a participação de empresas estrangeiras.

Embora não tenham sido fornecidos mais detalhes a respeito do conteúdo do material furtado, há suspeitas de que os equipamentos – um disco rígido e dois computadores portáteis – possuíam dados sigilosos sobre as reservas de petróleo e gás na camada ultraprofunda chamada de pré-sal, onde está o megacampo de petróleo de Tupi, na bacia de Santos.