Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Funeral de Havel marcado para a manhã de sexta-feira

O funeral do ex-presidente tcheco Vaclav Havel, que morreu domingo, aos 75 anos, será realizado ao meio-dia local (9h00 de Brasília) no dia 23 de dezembro na catedral de Praga, segundo informou Radim Ochvat, porta-voz do sucessor de Havel, Vaclav Klaus.

A secretária de Havel, Sabina Tancevova, disse à TV pública tcheca que a Secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, deve comparecer ao funeral na sexta-feira, e a mídia tcheca apontou a chanceler alemã Angela Merkel como uma provável presença.

Havel, que sofreu de falência circulatória causada por problemas de saúde de longa data, foi presidente da Tchecoslováquia de 1989 a 1992 e posteriormente, da República Tcheca, de 1993 a 2003.

Antes de se tornar presidente, o dramaturgo dissidente liderou sua nação na pacífica Revolução de Veludo, de 1989, que derrubou o governo comunista na Tchecoslováquia, que foi, então, dividida em República Tcheca e Eslováquia em 1993.

O gabinete de centro-direita tcheco se reunirá para fixar o período de luto nacional. A agência de notícias tcheca Mediafax disse, antes do encontro, que o luto deve durar três dias, de quarta a sexta-feira.

O governo da vizinha Eslováquia decidiu declarar um dia de luto na sexta-feira.

Milhares de pessoas assinaram o livro de condolências a Havel e se debruçaram sobre seu caixão em Praga nesta segunda-feira, depois de um dia de procissões com velas em todo o país, após as notícias da morte dele se espalharem.