Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Frio pode ter matado morador de rua em São Paulo

Segundo a polícia, homem tinha de 25 a 30 anos e recusou abrigo

Um homem foi encontrado morto dentro do Terminal Cidade Tiradentes, na Zona Leste de São Paulo, na madrugada de quinta-feira. A suspeita da Polícia Militar (PM) é que ele tenha morrido por causa das baixas temperaturas. Em julho, uma onda de frio fez nevar em mais de 120 cidades da região Sul e pelo menos cinco pessoas morreram de hipotermia no país.

O chamado foi atendido pela 3ª Companhia do 28º batalhão da PM, que pediu uma ambulância. A vítima seria um morador de rua, com idade entre 25 a 30 anos, e que teria recusado ir para um abrigo, segundo os policiais. A classificação de hipotermia é provisória, já que a causa da morte só será revelada após o laudo feito pelo Instituto Médico-Legal (IML), que deve ficar pronto em trinta dias. Nenhum documento de identificação foi encontrado com o homem, e o caso foi registrado no 49º Distrito Policial (São Mateus).

Leia também:

Veja a previsão do tempo em todas as cidades do Brasil

Nova onda de frio faz voltar a nevar em São Joaquim

Pela medição oficial do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a mínima nesta quinta-feira foi de 7,6 graus, entre 6h e 7h, no Mirante de Santana, na Zona Norte da capital, e a máxima registrada foi de 15 graus durante a tarde.

Nesta sexta-feira, os termômetros devem subir um pouco mais, especialmente na parte da tarde, e a máxima deve ficar em torno de 19 graus. As baixas temperaturas, no entanto, devem permanecer no começo e no fim do dia, com mínimas entre 7 e 8 graus. “O tempo deve melhorar bastante durante o dia, teremos sol durante a tarde. Deve esfriar apenas durante a madrugada e a partir do fim da tarde”, afirma Marcelo Schneider, meteorologista do Inmet.

De acordo com o instituto, a temperatura só deverá voltar a passar dos 20 graus no começo da semana que vem. A nova frente fria chegou a São Paulo nesta quarta-feira, quando a temperatura na cidade caiu 17 graus em menos de 24h, e fez com que a Defesa Civil Municipal decretasse estado de alerta em São Paulo para o frio. A queda dos termômetros veio acompanhada de ventos fortes e garoa em quase toda a capital. Essa seria a segunda maior frente fria do ano no estado.

(Com Estadão Conteúdo)