Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Freixo chama Bolsonaro de “moleque” por suposta crítica a Jean Wyllys

Nesta quinta-feira, deputado federal eleito acusou o presidente de comemorar a saída de Wyllys (PSOL) do país

Deputado federal eleito, Marcelo Freixo (PSOL-RJ) respondeu a uma publicação no Twitter em que o presidente Jair Bolsonaro teria comemorado a decisão do deputado federal Jean Wyllys (PSOL) de não tomar posse em seu terceiro mandato na Câmara.

Bolsonaro escreveu que esta quinta, 24, era um “grande dia”. Duas horas depois, Freixo respondeu na conta do presidente: “Grande dia, por quê? Por causa das relações de Flávio Bolsonaro com as milícias? Ou por causa das suspeitas de lavagem de dinheiro? ”. Freixo ainda publicou: “Que tal você começar a se comportar como presidente da República e parar de agir como um moleque? Tenha postura”.

Na Câmara, Bolsonaro e Wyllys protagonizaram diversos incidentes. O deputado do PSOL chegou a cuspir no rosto do atual presidente durante a sessão que foi autorizada a abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff.

Quem também respondeu ao presidente foi o vereador David Miranda, do PSOL carioca. Primeiro suplente de Jean Wyllys, ele herdará sua vaga na Câmara: “Respeite o Jean, Jair, e segura sua empolgação. Sai um LGBT mas entra outro, e que vem do Jacarezinho. Outro que em 2 anos aprovou mais projetos que você em 28. Nos vemos em Brasília.” Jacarezinho é uma favela do Rio. Miranda é casado com o jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do site The Intercept.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, Jean Wyllys afirmou que decidiu não assumir o novo mandato e morar no exterior por conta das pressões e ameaças que vinha sofrendo.

Em seus perfis em redes sociais, Jean Wyllys publicou: “Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé!”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Eduardo Martins

    Eu também comemorei a decisão deste cidadão. Só ganhamos com um a menos como ele.

    Curtir