Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Forte chuva derruba hangar no Aeroporto de Congonhas

Teto caiu sobre jatos particulares estacionados. Ninguém ficou ferido

Por Da Redação 8 jan 2015, 19h58

O teto de um hangar usado por uma empresa de táxi aéreo desabou por volta das 19 horas desta quinta-feira no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente não deixou vítimas. Além das instalações da empresa Target, foi danificado parcialmente um dos hangares da TAM. A Infraero, responspavel pela administração do terminal, ainda está apurando os danos provocados. O Aeroporto de Congonhas registrou, às 18h35, rajadas de vento com velocidade de 85 quilômetros por hora.

Leia também:

Chuva forte volta a São Paulo. E os alagamentos, também

O acidente não chegou a afetar o tráfego aéreo no aeroporto, que foi fechado por cerca de 22 minutos por causa da chuva. Às 20 horas, a Infraero informava que ao menos 53 voos estavam atrasados no aeroporto de Congonhas, o que representava 2,8% do total de pousos e decolagens.

Chuva – Toda a capital paulista entrou, no início da noite, em estado de atenção para enchentes – duas regiões registraram queda de granizo. De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), às 19 horas chovia forte em praticamente toda a Zona Oeste e Zona Sudeste, e em parte da Zona Sul, entre Campo Limpo e M’Boi Mirim.

Por volta das 19h30, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) registrava 24 pontos de alagamentos – dois deles intransitáveis. O Terminal Bandeira precisou ser fechado por causa da água acumulada.

Chuva provoca queda da cobertura de um hangar no aeroporto de Congonhas, em São Paulo - 08/01/2015
Chuva provoca queda da cobertura de um hangar no aeroporto de Congonhas, em São Paulo – 08/01/2015 VEJA

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade