Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Flamengo empata com o Fluminense e vai à final do Estadual

Gilberto abriu o placar para a equipe tricolor, mas Gabriel empatou para os rubro-negros, que esperam agora na decisão o vencedor de Vasco x Bangu

Por Da Redação 6 abr 2019, 22h44

O Flamengo empatou com o Fluminense por 1 a 1 na semifinal do Campeonato Carioca, neste sábado, 6, e se classificou para a decisão do Estadual, aproveitando a vantagem do empate para avançar, condição que assegurou por ter faturado o título da Taça Rio, o segundo turno da competição. 

Gilberto fez o gol do time tricolor, mas Gabriel igualou o marcador. Na decisão, a equipe rubro-negra pegará o vencedor do confronto entre Vasco e Bangu, que se enfrentam neste domingo, às 16 horas, também no Maracanã, na outra semifinal. Por ter conquistado a Taça Guanabara, o clube cruzmaltino pode avançar à finalíssima mesmo se houver uma igualdade no placar.

O jogo começou agitado: logo aos sete minutos da etapa inicial, o árbitro de vídeo foi acionado para analisar lance em que Willian Arão balançou as redes. O VAR, porém, invalidou o gol flamenguista, já que o zagueiro Léo Duarte fez falta em Rodolfo após o goleiro tricolor rebater a bola que seria cabeceada pelo volante flamenguista. Logo em seguida, o VAR voltaria a trabalhar, flagrando imprudência de Gilberto em disputa com Renê. O lateral direito tomou cartão amarelo.

A partida seguiu movimentada, com o Flamengo com mais posse de bola. A equipe rubro-negra teria boa chance quando Diego encontrou Uribe livre dentro da área, aos 35 minutos, mas o árbitro Bruno Arleu de Araújo errou e marcou impedimento. Aos 43, o centroavante colombiano participaria de outro lance de perigo: Bruno Henrique chutou, Rodolfo defendeu e Uribe estava pronto para finalizar, mas Gilberto se antecipou para cortar.

Na sequência do lance, Gilberto voltaria a brilhar. No contra-ataque, o Fluminense não desperdiçou sua única oportunidade no primeiro tempo e abriu o marcador. Everaldo fez boa jogada pela esquerda, passou para Caio Henrique, que cruzou para a cabeçada certeira de Gilberto: 1 a 0 para o tricolor, que levou a vantagem para o intervalo.

Na volta para a etapa complementar, Abel Braga substituiu Uribe por Gabriel. O atacante melhorou a produção ofensiva do Flamengo que levou perigo logo no primeiro minuto, com chute cruzado de Bruno Henrique defendido por Rodolfo. A equipe rubro-negra seguiu pressionando em busca do empate. Aos 3, foi a vez de Willian Arão levar perigo, batendo de esquerda por cima do travessão.

Continua após a publicidade

Mas o Fluminense começou a assustar também nos contra-ataques. Aos 5 minutos, Luciano recebeu pelo lado direito da área e bateu forte, obrigando Diego Alves a fazer boa defesa. Entretanto, nada que freasse o ímpeto flamenguista, que voltaria a assustar aos 8 em finalização desviada de Diego. 

Logo depois, Fernando Diniz processou a primeira alteração: substituto de Paulo Henrique Ganso, suspenso por ter sido expulso no Fla-Flu da semifinal da Taça Rio após ofensas ao quarto árbitro, Daniel deixou o campo para dar vaga a Allan. Aos 18, Abel Braga colocou Arrascaeta, contratação mais cara da história do clube, no lugar de Diego.

A entrada do uruguaio deu mais fôlego ao Flamengo, que empatou logo em seguida: aos 23, Renê lançou Gabriel pela esquerda. O atacante dominou com calma e chutou forte no cantinho direito de Rodolfo, entre o goleiro e a trave, para marcar o gol de empate – e da classificação. O ex-santista vibrou muito na comemoração, tirou a camisa e levou o cartão amarelo.

Após a igualdade no placar, o Fluminense foi para a cima, já que precisava da vitória para ir à final. O time tricolor, porém, não foi capaz de criar chances claras. Já o Flamengo soube controlar o resto do jogo, inclusive levando perigo em contra-ataques. A virada não veio, mas o empate foi suficiente para levar a equipe rubro-negra à finalíssima do Estadual. As decisões serão disputadas nos próximos dois domingos.

O triunfo deste sábado foi o segundo do Flamengo sobre o Fluminense neste ano. Em função do regulamento do Campeonato Carioca, foram disputadas quatro partidas entre os rivais em 2019: o time tricolor levou a melhor uma, na semifinal da Taça Guanabara, foi derrotado em outras duas na Taça Rio e agora acabou dando adeus ao Estadual com este empate deste sábado.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)