Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filho pede que ideais de Campos não sejam esquecidos

João Henrique Campos, de 20 anos, afirmou a familiares que fará o possível para manter erguidas as bandeiras defendidas pelo presidenciável

O filho mais velho do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, morto nesta quarta-feira em um acidente aéreo em Santos, litoral paulista, pediu nesta quinta-feira que os ideais do pai não sejam esquecidos. O relato de João Henrique Campos, de 20 anos, foi feito a um dos primos do candidato, Joaquim Pinheiro.

Leia também:

Ouça o último contato do avião antes da queda

Família de Campos agradece solidariedade dos brasileiros

Em cinco temas, como pensava Eduardo Campos

Vizinhos da tragédia em Santos tentam retomar a rotina

Relembre oito acidentes aéreos que mataram políticos

“João disse que perdeu o pai e um líder, mas que tem de dar um jeito para que as bandeiras de Eduardo não caiam, e para que os ideais defendidos por ele sejam o futuro do país”, disse Pinheiro. João Campos pretendia se candidatar a deputado federal nas eleições de outubro, mas desistiu após ter brigado com a prima Marília Arraes. O grupo ligado a Marília acusava Eduardo Campos de impor o nome de João aos quadros do PSB e de tentar colocá-lo como secretário-geral do núcleo de Juventude do partido.