Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Filho caçula de Lula é contratado por clube de futebol uruguaio

Luís Cláudio Lula da Silva foi apresentado como preparador físico das categorias de base do Juventud de Las Piedras, da primeira divisão uruguaia

Por Da redação Atualizado em 19 out 2016, 21h52 - Publicado em 19 out 2016, 21h41

Investigado na Operação Zelotes, o filho caçula do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Luis Cláudio, acaba de ser contratado pelo Juventud de las Piedras, clube da primeira divisão do Uruguai, para trabalhar nas categorias de base da equipe. Segundo o presidente do clube, Yamandú Costa, afirmou à imprensa local, o filho mais novo de Lula, que é preparador físico, trabalhará em “projetos desportivos e sociais” do time sob “um conceito progressista da formação dos atletas”.

Ainda de acordo com Costa, a contratação do caçula do ex-presidente foi possível graças ao vínculo entre o clube e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês), da ONU. “O Juventud vem desenvolvendo um programa inovador no futebol uruguaio, com forte investimento na infraestrutura e trabalho em valores”, vangloria-se o cartola, segundo quem, graças à parceria, os jogadores das categorias de base do clube têm “zero porcento de evasão escolar”.

Leia também:
Juiz Vallisney, o outro algoz de Lula
A carreira de Luís Cláudio da Silva, o caçula de Lula

Em entrevista ao portal uruguaio Ecos, Luís Cláudio Lula da Silva, que no Brasil já trabalhou em equipes como Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo, relatou que inicialmente havia sido convidado por Costa para passar apenas uma semana no Uruguai. “Conheci a infraestrutura do clube, os jogadores e a comissão técnica. Fiquei surpreso com as instalações e o compromisso que o clube tem. Tudo me pareceu bom”.

Ainda não está definido, no entanto, se Luís Cláudio se mudará ao Uruguai. “Estamos considerando as possibilidades de viver aqui ou continuar no Brasil, viajando frequentemente”, pondera o filho mais novo de Lula.

Ele é investigado na Zelotes porque sua empresa, a LFT Marketing Esportivo, recebeu 2,4 milhões de reais do escritório de lobby Marcondes Mautoni por uma consultoria que, descobriu-se, não passava de material copiado da internet.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)