Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Fernando Pimentel diz estar ‘tranquilo’

Ao chegar à capital argentina, ministro do Desenvolvimento declarou que irá ao Congresso, caso seja necessário, para explicar negócios de consultoria

Por Da Redação 9 dez 2011, 12h32

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse, nesta sexta-feira, em Buenos Aires, estar tranquilo e disposto a prestar esclarecimentos ao Congresso caso seja necessário. “Sim, se eu for chamado ao Congresso, irei porque esse é o dever de todo o ministro”, afirmou.

Protagonista da mais recente crise na Esplanada dos Ministérios, Pimentel declarou que o caso envolvendo sua empresa de consultoria, a P-21 Consultoria e Projetos, que teria faturado mais de R$ 2 milhões em 2009 e 2010, está “superado”.

Em rápida entrevista ao chegar ao Palácio San Martin, em Buenos Aires, onde irá se reunir com a equipe argentina para começar a discutir mecanismos de integração produtiva das indústrias dos países, Pimentel disse que já deu todas as explicações que devia à presidente Dilma Rousseff.

Leia também:

Se Dilma Rousseff mantiver a coerência, demitirá Pimentel

Não será fácil tirar Pimentel da cadeira de ministro

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade

Publicidade