Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Facebook retira do ar página ligada a fake news contra Marielle

Dois perfis falsos também foram apagados; página apagada pela rede social havia disseminado notícias falsas sobre a vereadora assassinada

O Facebook retirou do ar perfis falsos e páginas envolvidas na propagação de fake news (notícias falsas) contra a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no último dia 14, na cidade do Rio de Janeiro.

Uma das páginas se chamava Ceticismo Político e foi apagada porque era administrada por um perfil falso. Segundo reportagem do jornal O Globo, essa página disseminou uma onda de notícias falsas sobre Marielle, como a suposta existência de relação entre a vereadora e o crime organizado. O post foi compartilhado mais de 360 mil vezes e depois foi replicado pelo Movimento Brasil Livre (MBL), ainda de acordo com a reportagem.

“Nossos padrões da comunidade não permitem perfis falsos, e contamos com nossa comunidade para denunciar contas assim. Páginas administradas por perfis falsos também violam nossas políticas”, disse o Facebook por meio de um porta-voz ao ser questionado sobre as razões que motivaram a sua decisão.

Na sexta, a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática do Rio de Janeiro instaurou um inquérito para tentar identificar os autores e disseminadores de textos difamatórios em redes sociais contra a vereadora.