Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Expedição VEJA chega a Irecê (BA)

O município do sertão baiano já foi conhecido como capital do feijão. Hoje amarga com a falta de chuvas e sobrevive do comércio

Por Gabriel Castro, de Irecê (BA) 28 Maio 2014, 16h54

A Expedição VEJA chegou a Irecê (BA) pouco depois das 15h desta quarta-feira. No caminho desde Petrolina (PE), nosso ônibus cruzou parte do sertão baiano e da Chapada Diamantina. Durante todo o trajeto, nós vimos apenas pequenas propriedades rurais e grandes trechos inabitados. O solo arenoso e o relevo irregular da região tornam difícil a produção agrícola em larga escala.

Irecê, entretanto, tem um histórico de grande produtora de grãos. Até o início dos anos 2000, a cidade se orgulhava do título de capital do feijão. Mas períodos seguidos sem a quantidade adequada de chuva causaram o endividamento de muitos produtores e o êxodo de milhares de famílias. Hoje, o comércio é a principal atividade econômica da cidade, que tem 70.000 habitantes e é a mais importante da região. Mais de 15% dos trabalhadores de Irecê são vendedores.

Infográfico: A Expedição VEJA, quilômetro a quilômetro

Nesta quinta-feira, nosso ônibus segue viagem para Janaúba (MG), a última parada antes do nosso próximo destino: Sete Lagoas (MG).

Saiba quando a Expedição VEJA vai chegar a cada cidade
Datas* Cidade
6/5 Jundiaí/SP
7/5 Joinville/SC
9/5 Não-me-toque/RS
11/5 Guarapuava/PR
12/5 Três Lagoas/MS
14/5 Rondonópolis/MT
15/5 Sorriso/MT
17/5 Barra do Garças/MT
18/5 Brasília/DF
19/5 Luis Eduardo Magalhães/BA
21/5 Cristino Castro/PI
22/5 Picos/PI
23/5 São Gonçalo do Amarante/CE
25/5 Tauá/CE
26/5 Petrolina/PE
28/5 Irecê/BA
29/5 Janaúba/MG
30/5 Sete Lagoas/MG
1/6 Porto Real/RJ
3/6 São José dos Campos/SP
Continua após a publicidade
Publicidade