Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Expectativa de vida aumentou 3 meses e 22 dias

De acordo com o estudo Tábua Completa da Mortalidade 2010, os homens vivem em média 69,73 anos e, as mulheres, 77,32 anos

A expectativa de vida do brasileiro subiu para 73 anos, cinco meses e 24 dias em 2010, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – um aumento de três meses e 22 dias em relação a 2009. Os números fazem parte do estudo Tábuas Completas da Mortalidade, publicado pelo órgão anualmente desde 1999. Nesse período, o resultado registra um acréscimo de três anos e 10 dias na expectativa de vida. Em 1980, ela era de 62,5 anos.

As mulheres apresentam uma longevidade maior que os homens, informa o estudo. Enquanto a expectativa de vida deles foi de 69,73 anos em 2010, a delas foi de 77,32 anos. Uma diferença de sete anos, sete meses e dois dias. Já a taxa nacional de mortalidade infantil foi estimada em 21,64 por mil nascidos vivos em 2010, o que indica uma redução de 28,03% ao longo da década.

A pesquisa também registra o índice de sobremortalidade – relação entre a probabilidade de morte entre homens e mulheres, separada por grupos de idade. A maior diferença acontece aos 22 anos, quando os homens têm 4,5 mais chances de morrer que as mulheres. Essa taxa cai para 1,5 aos 70 anos.