Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ex-tucano, Fruet recebe parabéns de Dilma

Prefeito eleito de Curitiba diz que o resultado da votação mostra que o eleitor compreendeu sua aliança com o PT no estado

O prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), disse neste domingo que a sua eleição provou o sucesso da tática de não responder às “provocações” de adversários. O pedetista, que foi duramente criticado por ter dado uma guinada ideológica ao se aliar ao PT, afirmou que o eleitor curitibano já demonstrou ter compreendido sua opção política. “Isso foi julgado pela população. Sempre deixei claro que essa é uma aliança programática. O bom combate que fiz em Brasília também fiz em Curitiba. E sempre procurei fazer o combate não à instituição, não ao partido”, declarou.

Neste domingo, logo após a confirmação da vitória de Fruet, a presidente Dilma Rousseff telefonou para o prefeito eleito e o parabenizou pela vitória. O pedetista prometeu manter um canal aberto com o governo federal. E disse que vai procurar também o governador do Paraná, o tucano Beto Richa – responsável pela saída de Fruet do PSDB. “A nossa geração tem de ter a responsabilidade de entender que a eleição por vezes é dura e chega no limite da desqualificação. Mas, passados os resultados, a gente tem de pensar no futuro”, disse o novo prefeito.

Fruet, que até 2010 era líder da oposição na Câmara, deixou o PSDB no ano passado depois de não conseguir espaço no partido para concorrer à prefeitura. Beto Richa decidiu apoiar a reeleição de Luciano Ducci (PSB), que nem mesmo chegou ao segundo turno.

Após a vitória, o novo prefeito evitou anunciar nomes para o secretariado, mas declarou ter escolhido o professor Fábio Scatolin para coordenar sua equipe de transição. Principal fiador eleitoral de Fruet, PT deve ter um grande peso no primeiro escalão da gestão municipal.

Festa – A celebração da vitória ocorreu na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) paranaense. Os ministros Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo, caciques do PT paranaense, estiveram ao lado de Fruet durante a comemoração com a militância.

O pedetista é filho de Maurício Fruet, que também foi prefeito de Curitiba e morreu em 1996. Gustavo encerrou o breve discurso da vitória que fez para a militância com uma referência a Maurício: “Pai, consegui”.