Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Ex-policiais acusados de sequestrar enteado de Marcola são condenados a 22 anos de prisão

Por Da Redação 20 jun 2015, 22h12

A Justiça de Suzano, na Grande São Paulo, condenou a 22 anos de prisão os ex-investigadores Augusto Peña e José Roberto de Araújo pelo sequestro de Rodrigo Olivatto de Morais, enteado de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

O crime aconteceu em março de 2005. O rapaz foi levado para a delegacia da cidade onde teria sido mantido em cativeiro e só foi solto depois de Marcola pagar um resgate de 300 mil reais. Outros dois policiais acusados do crime foram absolvidos pela Justiça. Na época em que foram denunciados, Peña e Araújo trabalhavam no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade