Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ex-miss ferida em acidente deve ter alta na sexta-feira

Segundo pai de Débora Lyra, ela já dá os primeiros passos e se recupera bem. Modelo fraturou o pescoço ao sofrer grave acidente na BR-101 no ES

Por Cida Alves - 3 jan 2012, 11h06

A Miss Brasil 2010, Débora Lyra, deve ter alta na próxima sexta-feira, segundo o último boletim médico, divulgado nesta terça-feira. A jovem, de 22 anos, ficou ferida gravemente em um acidente ocorrido há uma semana na BR-101, em Guarapari, litoral sul do Espírito Santo.

A ex-miss teve hemorragia interna e fraturou uma vértebra do pescoço. Ela foi submetida a duas cirurgias e está descartada a possibilidade de comprometimento de algum dos movimentos do corpo.

“Débora está super tagarela, já voltou ao normal”, disse o pai da ex-miss, Fernando Lyra. Ele informou que a modelo já dá alguns passos e está evoluindo muito bem com as sessões de fisioterapia. Ela já perguntou sobre o acidente e recebeu a notícia da morte da sua sogra, Maria Auxiliadora Miguel de Souza, de 56 anos, que morreu no local da batida. Também estava no carro o namorado de Débora, Hermon Souza Lopes, de 22 anos. Os dois estão internados no mesmo hospital. “Ele vem todos os dias de cadeira de rodas visitar a Débora e eles conversam bastante”, disse Fernando.

A miss também pediu para que o pai tirasse fotos do rosto e do local onde foi feito a cirurgia. Segundo Fernando Lyra, Débora quase não teve ferimentos externos.

Publicidade

Divulgação/PRF

Acidente com a Miss Brasil 2010, Débora Lyra, na BR-101, em Guarapari, Espírito Santo
Acidente com a Miss Brasil 2010, Débora Lyra, na BR-101, em Guarapari, Espírito Santo VEJA

Colisão – A batida aconteceu no quilômetro 341 da BR-101, na altura do município de Guarapari, no litoral sul do Espírito Santo. A miss, que é capixaba e mora em São Paulo, havia passado o Natal em Vitória e seguia para Búzios, no litoral do Rio de Janeiro, onde passaria o Ano-Novo.

Além de Débora, Hermon e Maria Auxiliadora, também viajava no veículo Caroline Carone, de 21 anos, uma amiga do casal que fraturou um dos braços e já saiu do hospital.

Chovia na hora do acidente e Hermon perdeu o controle do carro, batendo de frente com um jipe Toyota Bandeirante com placa do Rio. No veículo estavam Roberto Lessa Vasconcellos, de 59 anos, Victor Castro Miranda Damázio, de 22, e Júlia Brasil Lessa de Vasconcellos, de 26. Todos tiveram ferimentos graves, mas passam bem.

Publicidade