Clique e assine a partir de 9,90/mês

Estudante de 22 anos morre após tentativa de assalto perto da USP

Assaltantes foram detidos e um deles é menor de idade

Por Redação - Atualizado em 23 jun 2018, 18h16 - Publicado em 23 jun 2018, 18h12

Gustavo Henrique Duque Castilho de Moraes, 22 anos, morreu após ser baleado em uma tentativa de assalto, perto da Universidade de São Paulo (USP), na capital paulista. O rapaz que era estudante de arquitetura e urbanismo da Universidade São Judas estava no banco do carona do carro de um amigo, na Avenida Escola Politécnica, no Butantã, quando assaltantes de moto abordaram o veículo na noite de quarta-feira.

O motorista tentou fugir, mas em seguida Gustavo foi atingido com um tiro na cabeça, segundo o boletim registrado no 91º Distrito Policial, Ceasa, divulgado pela rede Globo. Ele foi internado no Hospital das Clínicas da USP, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte.

Dois suspeitos, Matheus Gonçalves Rodrigues Paraíso, de 19 anos, e um rapaz de 17 foram detidos pela Polícia Militar (PM). A dupla tentou escapar da PM após tentar roubar outro carro na mesma região, mas bateram com a moto num semáforo. Uma arma foi apreendida.

Gustavo era de Ibiúna, filho do ex-vereador Antônio Carlos de Moraes. Segundo o Jornal do Povo de Ibiúna, esta é a terceira morte que acomete a família por violência com armas de fogo.

Publicidade