Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Escola onde aluno se matou, em SP, reabre amanhã

Por Priscila Trindade

São Paulo – Serão retomadas amanhã as aulas na Escola Municipal Professora Alcina Dantas Feijão, em São Caetano do Sul, no ABC paulista, onde um aluno de 10 anos atirou contra uma professora e depois se matou.

Segundo a Secretaria de Educação, desde segunda-feira, 26, psicólogos trabalham junto a educadores, direção e funcionários do estabelecimento com a intenção de programar a volta dos alunos à escola. Para garantir a segurança de todos, a Guarda Civil Municipal irá reforçar a entrada e saída das crianças e adolescentes na porta da escola.

Por volta das 15h50 da última quinta-feira, 22, o aluno do 4º ano C da escola atirou contra a professora Rosileide Queiros de Oliveira, de 38 anos. Em seguida, ele saiu da sala e atirou contra a própria cabeça. No momento dos disparos, havia 25 alunos no local.

A criança foi socorrida pelos bombeiros e encaminhada ao Hospital de Emergência Albert Sabin, em São Caetano, onde morreu.

A professora foi resgatada pelo helicóptero Águia da Polícia Militar e levada para o Hospital das Clínicas, na zona oeste de São Paulo, onde permanece internada.

Ela foi atingida na região posterior do lado esquerdo na altura do quadril e sofreu fratura na patela direita. A professora foi operada para a retirada da bala. Amanhã, ela passará por cirurgia na rótula esquerda. No dia em que foi baleada, Rosileide caiu, machucando o joelho.

A arma usada no crime pertence ao pai da criança, um guarda civil municipal. O revólver calibre 38 é particular. O caso foi registrado no 3º DP (Distrito Policial) de São Caetano. O motivo do crime ainda é investigado.