Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Equipes concluem remoção de destroços de avião que caiu em SP

Peças e a fuselagem da aeronave serão encaminhadas para apurações no Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 30 jul 2020, 20h01 - Publicado em 2 dez 2018, 09h08

Os destroços do avião que caiu na zona norte de São Paulo foram recolhidos neste sábado (1º) e encaminhados para o depósito do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que vai investigar as causas do acidente. Ainda não há prazo para o fim da apuração.

O trabalho foi concluído após serem recolhidas as asas da aeronave, que estavam penduradas na casa que foi mais atingida no acidente. No interior da residência, estavam o motor e o trem de pouso, que foi retirado com auxílio de um guincho.

  • Além desse imóvel, outros dois que foram atingidos na queda da aeronave permanecem interditados pela Defesa Civil. A Polícia Militar bloqueou o acesso à rua Antônio Nascimento de Moura, onde o avião caiu.

    Na manhã de sábado, a criança de oito anos atingida pelos destroços do avião recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Samaritano. Em nota, a instituição informou que ela “permanecerá internada para controle da dor e cuidados com os ferimentos”. O quadro da paciente, identificada pelas iniciais P.M.M., é considerado estável. Ela ainda não tem previsão de alta.

    (Com Estadão Conteúdo)

    Continua após a publicidade
    Publicidade