Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Envolvidos na Paulipetro deverão pagar R$ 4 bi

A Justiça Federal do Rio de Janeiro protocolou nesta quarta-feira pedido de execução da dívida dos condenados no “caso Paulipetro” no valor de cerca de 4,3 bilhões de reais. O então governador de São Paulo e hoje deputado pelo PP, Paulo Maluf (foto), a Companhia Energética de São Paulo (Cesp), o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e a Petrobras se uniram em 1979 em um consórcio para prospecção de poços de petróleo na Bacia do Rio Paraná. Em 1980, a empresa perfurou quase 70 poços a um custo de 300 milhões de dólares na época sem jamais encontrar uma única jazida.

Foram condenados na mesma ação os ex-secretários Osvaldo Palma (Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia) e Silvio Fernandes Lopes (Obras e Meio Ambiente). Os devedores têm 15 dias a partir da notificação do juiz para restituir os cofres públicos, sob pena de ter de pagar multa. A dívida de cada um com a Fazenda Pública estadual é de 716,5 milhões de reais. Os advogados de Maluf já entraram com uma ação para anular a sentença.