Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Encontrado 9º corpo em desabamento na Zona Leste

Trabalho de busca e resgate entra no terceiro dia; uma vítima ainda estaria debaixo dos escombros, segundo os bombeiros

Por Da Redação - 29 ago 2013, 08h25

O corpo da nona vítima do desabamento de uma obra em São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, acaba de ser encontrado pelo Corpo de Bombeiros. O nome ainda não foi divulgado. Os trabalhos de resgate já duram 48h e uma vítima ainda estaria debaixo dos escombros.

O prédio de dois andares desmoronou na manhã desta terça-feira. No local, trabalhavam cerca de 35 pessoas, e 26 foram resgatadas com ferimentos.

Leia também:

Planta de prédio em SP que desabou previa apenas um andar

Publicidade

Obra de prédio que caiu havia sido paralisada por risco

Dono de terreno e construtora divergem sobre desabamento

Desabamento na Zona Leste

A construção estaria sendo executada há aproximadamente três meses e abrigaria uma loja do Magazine Torra Torra. A Prefeitura de São Paulo informou que a obra estava irregular e que o responsável não havia solicitado alvará de execução, além de ter sido multado duas vezes. Em nota, a rede informou que tinha um contrato de aluguel do imóvel e que não era responsável pela construção. Afirmou ainda que conhecia os problemas estruturais da obra e, por isso, contratou a Salvatta Engenharia para avaliar as condições de segurança do local.

Publicidade

Investigações – A polícia ainda tenta descobrir alguma informação que leve aos responsáveis pelo desabamento e ao engenheiro que tocou a construção do prédio. Ele deve ser chamado a depor, assim como representantes da empresa Torra Torra, da Salvatta, o dono do prédio e um fiscal da prefeitura de São Paulo. Nesta quinta-feira, está previsto o depoimento do fiscal da prefeitura que multou a obra.

Quem for responsabilizado deve responder por homicídio culposo (sem intenção de matar) e lesão corporal. “O que vai ser questionado é se a Salvatta fez alguma coisa que abalou o projeto ou se a empresa anterior cometeu alguma falha na estrutura”, disse o delegado responsável pelo caso, Luís Carlos Uzelin.

O delegado diz também que houve falha da Prefeitura de São Paulo. Segundo ele, se a empresa não cumpriu a ordem de embargo emitida pela prefeitura, caberia ao poder público acionar a Justiça e a polícia para que o trabalho fosse interrompido.

Lista das vítimas do desabamento
Nome Idade Origem
Marcelo de Souza Rodrigues 22 anos Maranhão
Raimundo Oliveira Silva 29 anos Tocantins
Leidiano Teixeira Barbosa 27 anos Maranhão
Raimundo Barboza de Souza 28 anos Maranhão
Felipe Pereira dos Santos 20 anos Maranhão
José Ribamar Soares do Nascimento Não divulgado Maranhão
Antônio Carlos Carneiro Muniz Não divulgado Não divulgado
Ocirlan Costa da Silva Não divulgado Não divulgado
Claudemir Viana de Freitas 28 anos Não divulgado
Publicidade