Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Em seis capitais, média móvel de mortes por Covid-19 é a menor desde março

Alívio na ainda alta taxa de mortos pelo coronavírus ocorre em locais como São Paulo, maior cidade do país, e Manaus, que foi epicentro da doença duas vezes

Por Da Redação 6 Maio 2021, 12h41

Seis capitais brasileiras, incluindo São Paulo, atingiram na quarta-feira, dia 5, a menor média móvel de mortes por Covid-19, desde pelo menos março deste ano, segundo levantamento feito por VEJA.

A média móvel é calculada com base nas ocorrências dos últimos sete dias. O uso do indicador para monitorar a evolução da pandemia ajuda a atenuar distorções nos registros em algum dia, principalmente aos finais de semana, ou o atraso no envio de dados pelas secretarias estaduais de Saúde.

O exemplo mais positivo vem de Manaus, que foi um dos epicentros da crise sanitária no país em ao menos dois momentos, em abril de 2020 e em janeiro deste ano: a capital amazonense registrou uma média móvel de 6,7 mortes na quarta-feira, 5, a menor desde 18 de dezembro do ano passado.

Na maior cidade do país, São Paulo, a capital que mais acumulou vítimas da doença em números absolutos desde o início da pandemia, a média de mortes chegou a 113,7, a menor desde 25 de março – já a de casos, com 2.231,9, foi a mais baixa desde 15 de março.

Estável

Nas demais capitais, o indicador de mortes segue com estabilidade, mas há algumas que registram as menores taxas ao menos na última semana, como Rio Branco (menor desde 11 de abril), Recife, Aracaju (ambas desde 27 de abril) e Belo Horizonte (desde 28 de abril).

Brasil

No Brasil, a média móvel de mortes chegou a 2.316,3 na quarta-feira, a menor desde 24 de março – o país registra taxas superiores a 2.000 mortes desde o dia 17 de março. Já a média móvel nacional de casos chegou a 58.413,4 e é a menor desde 28 de abril.

Veja abaixo a lista das capitais onde o impacto do vírus começa a diminuir:

Continua após a publicidade
Publicidade