Clique e assine com até 92% de desconto

Em dia de policiamento reduzido, torcidas se enfrentam no Rio

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, o efetivo é suficiente para garantir a segurança no Engenhão

Por da redação Atualizado em 13 fev 2017, 08h53 - Publicado em 12 fev 2017, 19h58

Em dia de policiamento reduzido, as torcidas organizadas do Flamengo e do Botafogo se enfrentaram entorno do Estádio do Engenhão na noite deste domingo. A confusão ocorreu no acesso a ala norte do estádio. Houve correria e foram ouvidos barulho de tiros e explosões. Policiais tentaram conter os torcedores e dispersaram a multidão com bombas de gás e balas de borracha. Torcedores lançaram garrafas de vidro

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, o efetivo é suficiente para garantir a segurança das torcidas. Apesar do clima tenso, o clássico não foi interrompido pela Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj).

“O momento preocupa a todos. Mas não vejo o menor problema na realização do jogo. Qualquer manifestação em contrário só serve para alarmar a população”, afirmou o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello. Mais cedo, o vice-presidente do Botafogo, Luiz Fernando Santos, havia defendido o adiamento da partida por temer pela segurança dos torcedores.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade