Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em Aparecida, papa vai celebrar missa em português

Decisão foi tomada pelo pontífice, que visitará a cidade em 24 de julho. Antes, Francisco terá momento de adoração a Nossa Senhora em capela reservada

O papa Francisco vai celebrar em português a missa que marcará sua visita a Aparecida, no interior de São Paulo. E a pedido do próprio pontífice, segundo informações de dom Darci Nicioli, bispo auxiliar da arquidiocese de Aparecida. Antes da celebração, porém, Francisco terá um momento reservado no Santuário Nacional, na Capela dos Apóstolos, onde vai venerar a imagem de Nossa Senhora.

Francisco desembarca na cidade em 24 de julho, durante sua passagem pelo Brasil por ocasião da Jornada Mundial da Juventude. Ainda não está definido se a missa do papa será celebrada dentro do Santuário, que tem capacidade para 30.000 pessoas, ou do lado de fora. Como o Vaticano prefere a primeira opção, dom Darci e dom Raymundo Damasceno, arcebispo de Aparecida, negociam para que Francisco dê, ao menos, uma bênção ao público que o aguardará fora do Santuário, na Tribuna Bento XV.

Leia também:

Conheça o roteiro do papa em Aparecida

Acompanhe a JMJ 2013 no site de VEJA

Em Aparecida, comida caseira para o papa da humildade

A expectativa do Santuário e da prefeitura da cidade é de que a visita do papa atraia 400.000 pessoas a Aparecida. Para acolher os visitantes, a administração municipal estenderá ao longo da semana a logística aplicada aos sábados e domingos, dias em que a cidade tradicionalmente recebe muitos turistas. Também estão previstas obras de recapeamento das ruas centrais da cidade, mas a prefeitura ainda não conseguiu captar a verba para isso com governos estadual e federal.

Roteiro – O helicóptero que levará o papa a Aparecida deve pousar na às 9h25 e, logo em seguida, Francisco entrará no papamóvel e circundará o Santuário lentamente, saudando os fiéis. Há a possibilidade de ser usada uma versão aberta do veículo. Após a saudar os peregrinos, o pontífice fará um breve intervalo para se preparar e iniciará a celebração da missa, que deve se encerrar por volta das 11h40.

A partir desse momento, Francisco voltará ao papamóvel, tomando o rumo do Seminário de Bom Jesus. O percurso passa pela avenida Getúlio Vargas, a rua Anchieta, a praça Dr. Benedito Meireles e a rua Barão do Rio, cortando um trecho de ruas estreitas do centro de Aparecida, o que faz dom Damasceno refletir e dizer que não vai se surpreender se houver alguma quebra de protocolo do papa a qualquer momento no papamóvel. O trajeto de ida é o mesmo que o de volta, sempre por ruas fechadas aos demais veículos, desconsiderando as contramãos do percurso.

No Seminário de Bom Jesus o Pontífice almoçará com sua comitiva de quarenta integrantes e os residentes da casa – dom Damasceno, os bispos da província e os doze seminaristas que ali estudam. No seminário, após a refeição, o papa terá a sua disposição a área pontifícia, um conjunto de quarto, capela particular e refeitório, exclusivos do papa, que foi usado e inaugurado por seu antecessor, Bento XVI, em sua passagem por Aparecida em 2007. Francisco, então, embarca no papamóvel de volta a seu helicóptero. Decola às 16h10, com chegada prevista para as 17h25 no Aeroporto Santos Dumont, Rio de Janeiro, de onde segue para uma visita ao Hospital São Francisco de Assis, no bairro da Tijuca, retomando sua programação extensa pela Jornada Mundial da Juventude.