Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dois militares são mortos a tiros no sudoeste da França

Dois militares foram mortos a tiros nesta quinta-feira e um terceiro ficou gravemente ferido em uma rua na cidade de Montauban, no sudoeste da França, informaram as autoridades.

Os três oficiais, do 17º Regimento de Engenheiros Paraquedistas (RGP), estavam perto de comércios e de um banco quando o atirador, que estava em uma moto e usava capacete, disparou contra eles, informou a prefeitura.

Segundo os primeiros elementos da investigação, o agressor teria agido sozinho. Os investigadores encontraram no local cerca de 15 cartuchos, segundo uma fonte policial.

Dois militares, de 26 e 24 anos, morreram na ação. O terceiro, de 28 anos, ficou gravemente ferido, afirmou o Ministério da Defesa.

Em um comunicado, o ministro da Defesa francês, Gerard Longuet, expressou “sua mais viva emoção após o assassinato a tiros de três militares”.

“O ministro da Defesa acredita a Justiça” para que se esclareça o antes possível “este ato criminoso”, escreveu em comunicado.

O tiroteio ocorreu por volta das 13h10 GMT (10h00 de Brasília) nos arredores do quartel do Regimento de Engenheiros Paraquedistas.

O agressor fugiu. Um importante dispositivo policial foi mobilizado para encontrá-lo. Ainda não se sabe o motivo do ataque.

Segundo o canal de informação LCI, as vítimas estavam retirando dinheiro de um caixa automático.

Em 11 de março, um militar que não estava em serviço morreu por disparos em circunstâncias similares em um bairro residencial de Toulouse, também no sudoeste da França.

O homem, um suboficial de 30 anos, estava perto de sua moto, não muito longe de uma escola, quando outro motociclista aproximou-se e disparou contra ele, atingindo-o na cabeça, e depois fugiu.

Os investigadores informaram que estudavam diversas hipóteses, entre elas a de um ajuste de contas.