Clique e assine a partir de 9,90/mês

Dilma se diz ‘consternada’ com execução e manda chamar embaixador

Por Da Redação - 17 jan 2015, 16h28

O Palácio do Planalto confirmou a execução neste sábado, em Jacarta, às 15h31 (horário de Brasília), do brasileiro Marco Archer. A presidente Dilma Roussef, em nota, disse estar “consternada e indignada” com o ocorrido. Marco Archer foi condenado à morte após ter sido julgado e condenado por ter ingressado na Indonésia com 13 quilos de cocaína, há 11 anos.

A presidente Dilma Rousseff telefonou na sexta-feira para o presidente Joko Widodo para fazer um apelo pessoal em favor de Moreira, mas ouviu um ‘não’ como resposta. O governo brasileiro também pediu que o papa Francisco intercedesse e, em uma derradeira tentativa de dissuadir o governo indonésio, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao chefe do Ministério Público local uma solicitação de adiamento da execução. Várias organizações internacionais de defesa dos direitos humanos também se manifestaram contra a decisão da Indonésia.

Para a presidente Dilma, a decisão do presidente indonésio “afeta gravemente as relações entre nossos países”. A nota do governo brasileiro informa ainda que o embaixador do Brasil em Jacarta está sendo chamado a Brasília para consultas.

Leia também:

Continua após a publicidade

Em conversa com Dilma, presidente indonésio nega clemência a brasileiro

“Mereço mais uma chance”, diz brasileiro condenado na Indonésia

Quase 1.000 brasileiros estão presos por tráfico no exterior

Holanda tenta evitar execução de condenado na Indonésia

Continua após a publicidade

Na área diplomática, chamar o Embaixador é um dos primeiros gestos de demonstração de estremecimento nas relações bilaterais. A nota diz ainda que “o recurso à pena de morte, que a sociedade mundial crescentemente condena, afeta gravemente as relações entre nossos países”.

As relações comerciais entre Brasil e Indonésia podem ser descritas como inexpressivas. O país asiático compra basicamente commodities agrícolas brasileiros – soja, algodão, milho e açúcar – e vende óleos vegetais e borracha para os brasileiros. Em 2014, o valor total do comércio entre os dois países somou 454 milhões de dólares, pouco mais de 0,01% dos mais de 445,4 bilhões de dólares que o comercio exterior brasileiro movimentou no ano passado.

Confira a íntegra do comunicado:

A Presidenta Dilma Rousseff tomou conhecimento – consternada e indignada – da execução do brasileiro Marco Archer ocorrida hoje às 15:31 horário de Brasília na Indonésia.

Continua após a publicidade

Sem desconhecer a gravidade dos crimes que levaram à condenação de Archer e respeitando a soberania e o sistema jurídico indonésio, a Presidenta dirigiu pessoalmente, na sexta-feira última, apelo humanitário ao seu homólogo Joko Widodo, para que fosse concedida clemência ao réu, como prevê a legislação daquele país.

A Presidenta Dilma lamenta profundamente que esse derradeiro pedido, que se seguiu a tantos outros feitos nos últimos anos, não tenha encontrado acolhida por parte do Chefe de Estado da Indonésia, tanto no contato telefônico como na carta enviada, posteriormente, por Widodo.

O recurso à pena de morte, que a sociedade mundial crescentemente condena, afeta gravemente as relações entre nossos países.

Nesta hora, a Presidenta Dilma dirige uma palavra de pesar e conforto à família enlutada.

Continua após a publicidade

O Embaixador do Brasil em Jacarta está sendo chamado a Brasília para consultas.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade