Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

DF inicia estudos para assentar 2 mil famílias

Por Da Redação 22 mar 2012, 15h03

Por Solange Spigliatti

São Paulo – Após a ocupação de agricultores sem-terra do prédio da Secretaria de Agricultura do DF, que durou até as 20h de quarta-feira, 21, o governo do Distrito Federal anunciou que vai assentar, provisoriamente, duas mil famílias. Segundo o subsecretário de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, Francisco José Lopes, o órgão iniciou nesta quinta, em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), os estudos para a definição da área do assentamento.

O coordenador-geral da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf) do DF e Entorno, Francisco Miguel de Lucena, disse à Agência Brasil que, na quarta, durante reunião com representantes dos governos local e federal, os sem-terra pediram a autorização para que as duas mil famílias ocupem de forma provisória a área em Brazlândia. Segundo Lucena, o pedido foi acompanhado por solicitação de garantias de segurança. Segundo ele, as autoridades prometeram liberar o mais rápido possível as terras para a ocupação provisória. As informações são da Agência Brasil.

Publicidade