Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Detenta morre em presídio de Ipatinga-MG

Por Marcelo Portela

Belo Horizonte – Uma detenta do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Ipatinga, no Vale do Aço mineiro, morreu nesta sexta-feira de uma “doença aguda” de causa indeterminada. A patologia provocou um surto na unidade que já causou a morte de outra presa no último dia 8 e levou à internação de outras oito detentas e um homem e uma mulher que trabalham como agentes penitenciários no presídio.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), as duas presas que morreram dividiam a cela e tiveram os mesmos sintomas: febre, vômito, pressão baixa e prostração. Ainda de acordo com a SES, as mortes ocorreram 24 horas após o surgimento dos sintomas. Os outros dez pacientes permanecem internados e tiveram material coletado para serem analisados pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) para tentar descobrir a causa da doença.

Por causa do surto, foram suspensas as visitas no presídio, onde foi decretada uma quarentena, além do isolamento das pessoas que apresentam os sintomas nos hospitais da cidade. A SES informou que os pacientes estão sendo tratados preventivamente com antibióticos indicados para meningite e Tamiflu, usado no tratamento da gripe suína.