Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De volta ao Brasil, Joesley depõe sobre repasses a Lula e Dilma

Dono da JBS foi ouvido pela Procuradoria da República do DF no âmbito da Operação Bullish

O empresário e delator Joesley Batista, que retornou ao Brasil no domingo, prestou depoimento na segunda-feira sobre repasses de mais de 80 milhões de reais para os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT, no exterior. A oitiva do dono da JBS aconteceu na Procuradoria da República do Distrito Federal, no âmbito da Operação Bullish, que investiga fraudes no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O executivo da JBS e delator Ricardo Saud também foi ouvido.

O retorno de Joesley ao Brasil foi confirmado em nota divulgada nesta terça-feira pela assessoria do grupo J&F, que controla a empresa JBS. Conforme o texto, Joesley saiu do país para proteger a integridade de sua família, “que sofreu reiteradas ameaças” desde que ele decidiu fechar acordo de delação premiada. O comunicado informa ainda que o empresário estava na China, e não “passeando na Quinta Avenida”, nos Estados Unidos.

A delação de sete executivos do grupo J&F, que também incluem o irmão de Joesley, Wesley Batista, caiu como uma bomba em Brasília, abrindo a maior crise enfrentada pelo presidente Michel Temer desde a sua ascensão e suscitando o debate sobre a manutenção dele no cargo máximo do Executivo. Em diversas manifestações públicas, o peemedebista precisou vir a público para dizer que não renunciaria ao posto.

Operação Bullish

Deflagrada no dia 12 de maio, cinco dias antes do vazamento da delação dos executivos da J&F, a Bullish investiga possíveis irregularidades no repasse de 8,1 bilhões de reais do BNDES para empresas do grupo J&F. A investigação em que Joesley foi ouvido foi instaurada pelo procurador Ivan Marx porque o desmembramento promovido pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), baseou-se na conexão dos fatos narrados pelos delatores com as irregularidades no banco público.

Na delação, Joesley Batista narrou que, em 2009, foi criada uma conta para receber os repasses relacionados a Lula e, no ano seguinte, outra foi aberta para envio de valores relacionados a Dilma. O empresário revelou que, em dezembro naquele ano, o BNDES adquiriu de debêntures da JBS, convertidas em ações, no valor de 2 bilhões de dólares, “para apoio do plano de expansão”.

“O depoente escriturou em favor de Guido Mantega, por conta desse negócio, crédito de 50 milhões de dólares e abriu conta no exterior, em nome de offshore que controlava, na qual depositou o valor”, relatou Joesley. Segundo o empresário, em reunião com Mantega, no final de 2010, o petista pediu a ele “que abrisse uma nova conta, que se destinaria a Dilma”. Nesse momento, disse o delator, foi perguntado a Mantega se Lula e Dilma sabiam do esquema. “Guido confirmou que sim”, disse ele.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Na China ou na Papuda queospariu, vc ainda vai achar chifre em cabeça de cavalo.

    Curtir

  2. Sempre Alerta

    Essa pose vai acabar.
    E esta Revista vai deixar de apresentá-lo como estrela.
    E as coisas irão para o devido lugar.

    Curtir

  3. Democrata Cristão (Liberdade de Expressão é meu direito CF 88 art 5 e art 220)

    Um cara que está sumido é o Aloizio Mercadante (PT). A PF, segundo o que está na rede, atribuiu a Aloizio Mercadante tráfico de influência e obstrução de Justiça. Pois bem, onde está o Judiciário?

    Curtir

  4. Osmar Serrragem

    Quando fala de Temer, é um leão. Quando fala de Lula e Dilma, vira um gatinho..

    Curtir

  5. Francisco Martins

    Aproveitem e prendam logo esse açougueiro!!!

    Curtir

  6. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Até que enfim! Só imagino como foi a delação mais uma vez. Agora ele e sua família foram perdoados por toda a eternidade e as 100 gerações seguintes dos Batistas, estão protegidas.

    Curtir

  7. Ataíde Jorge de Oliveira

    VejA
    RaBaNaDa
    Na REDE öDIO
    Pro: j&f_20h30
    DoMiNgo No fANTÁ$TiK

    Curtir

  8. Lourival A. de Souza

    Se para o senador a bronca é por 2 milhoes de “reais”, como será o caso, para os 50 + 30 milhões de “dolares” delatados. Aguardemos o próximo capítulo, dessa emocionante tramoia.

    Curtir

  9. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Está claro que esse sujeito e a PGR estão acobertando Lula. Mas a verdade virá à tona. O negócio é destruir Temer e Aécio e deixar o caminho livre para o molusco de 9 dedos. Só não vê quem não quer ou é petista.

    Curtir

  10. Reportagem tendenciosa. Fala em caiu como uma bomba no Temer e “valores relacionados” a Lula e Dilma. Fala a verdade, repórter. Propina, extorsão, dinheiro roubado dos brasileiros que agora estão na M e esse safado se deleitando. E ainda mentindo que dói ameaçado de morte.

    Curtir