Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cuba: Fariñas é detido quando visitava dissidente em greve de fome

Havana, 1 nov (EFE).- O opositor cubano Guillermo Fariñas foi detido nesta terça-feira na cidade de Santa Clara quando tentava visitar o dissidente Alcides Rivera no hospital onde este se encontra internado devido a uma greve de fome, segundo disseram à Agência Efe familiares e fontes da dissidência interna.

‘Guillermo foi ver Alcides no hospital e lá não querem ninguém. Os seguranças do hospital não o deixaram entrar, o imobilizaram, bateram nele e chamaram a Polícia, que o levou à Quinta Unidade’, disse à Efe Alicia Hernández, mãe de Fariñas.

Alicia disse ainda que outros 18 dissidentes que na segunda-feira se aproximaram do Hospital Provincial Arnaldo Milián Castro com a intenção de visitar Rivera tiveram o acesso impedido e acabaram detidos. Alguns deles teriam sido libertados nesta terça.

O dissidente Alcides Rivera se declarou em greve de fome em 28 de setembro para exigir a cessação da repressão contra os dissidentes, segundo disse o ativista Elizardo Sánchez, da Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional (CCDHRN).

Sánchez detalhou que Guillermo Fariñas está detido desde as 16h locais (19h de Brasília) e acredita que a detenção, em uma dependência policial, será por algumas horas, como veio ocorrendo nos últimos tempos.

Fariñas, prêmio Sakharov 2010 por sua luta pela defesa dos direitos humanos, esteve detido temporariamente em várias ocasiões este ano, a última delas em meados de setembro. EFE