Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Criminosos escondem fuzis e são presos ao tentar recuperá-los no Rio

De barco, os três homens queriam retornar ao local onde guardaram as armas dias depois de um conflito armado com policiais

Policiais civis no Rio de Janeiro prenderam na noite de segunda-feira 11 três homens em um barco na Baía de Guanabara. Com eles, foram apreendidos cinco fuzis, seis granadas e três pistolas. De acordo com a Polícia Civil, eles estavam tentando recuperar fuzis que foram escondidos no Morro da Babilônia, depois de confronto entre policiais e criminosos da comunidade da Zona Sul, ocorrido no último fim de semana.

Ainda de acordo com a polícia, eles saíram de barco da comunidade da Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, que é controlada pela mesma facção que comanda a venda de drogas do morro da Babilônia.

Armamentos apreendidos durante a abordagem policial

Armamentos apreendidos durante a abordagem policial (Polícia Civil/Divulgação)

Os policiais acompanharam o trajeto dos criminosos e os interceptaram na Baía de Guanabara, em frente à Praia Vermelha, antes de conseguirem chegar à costa, onde recolheriam o armamento e o levariam de volta à comunidade. Os três foram presos em flagrante, por porte ilegal de armas e associação criminosa. A investigação foi feita pela Delegacia de Vicente de Carvalho (27ª DP), que fica na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

Nas últimas semanas, criminosos dos morros da Babilônia e do vizinho Chapéu Mangueira, no bairro do Leme, controlados por facções rivais, estão disputando o controle pela venda de drogas nas comunidades. Nos últimos dias, foram registrados vários tiroteios e a polícia começou a intervir no local. No fim de semana, foram encontrados na mata e no costão rochoso próximo às favelas sete corpos de suspeitos de participarem do conflito armado.