Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

CPI prestará grande serviço à democracia, diz Chinaglia

Por Denise Madueño

Brasília – O líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada nesta quinta-feira prestará um grande serviço à democracia. A comissão, com deputados e senadores, apurará o envolvimento do empresário do jogo Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com agentes públicos e privados. A leitura do requerimento de criação foi feita em sessão do Congresso nesta manhã. Os partidos terão até a noite de terça-feira (24) para indicar os nomes que vão compor a comissão. O funcionamento da CPI deverá começar na quarta-feira que vem.

“As investigações até agora caracterizam a existência de uma quadrilha com participação de agentes públicos. A CPI terá um grande papel de identificar e de combater (essa atuação) e o Ministério Público de punir. É a defesa do Estado. É bom para a democracia, porque a população é que paga a conta”, disse.

A despeito de o funcionamento da CPMI poder interferir nos trabalhos do Legislativo, Chinaglia disse que não há preocupação do governo quanto a isso. “A CPI drena esforços do parlamento e da mídia. Temos de fazer esforço para não prejudicar os projetos importantes para o País. Vamos ter de trabalhar mais. A CPI vai ser realizada”, disse Chinaglia.

Ele disse que o governo não tem qualquer tipo de preocupação com asa investigações. “A CPI começa com o foco fora do governo. Qualquer um pode eventualmente aparecer nas investigações e, se aparecer, vai ter de responder, com certeza. Quanto ao governo, podem ficar tranquilos, porque nós estamos tranquilos”, disse. Quanto ao PT, Chinaglia disse que o partido dará explicações, se eventualmente for necessário.