Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

CPI barra convocação de ex-tesoureiro de Dilma

Por Da Redação
5 jul 2012, 12h09

Por Ricardo Brito

Brasília – A CPI do Cachoeira rejeitou nesta manhã a convocação do deputado federal José de Fillipi (PT-AP), ex-tesoureiro da campanha presidencial de Dilma Rousseff. Numa tentativa de reagir à vinda do ex-diretor da estatal que cuida das rodovias no Estado de São Paulo (Dersa), o engenheiro Paulo Vieira dos Santos, o Paulo Preto, a oposição tentou, sem sucesso, convocá-lo.

No primeiro momento, os tucanos buscaram aprovar a vinda de José de Fillipi no mesmo bloco de sete pessoas convocadas um pouco antes pela CPI. Nesse pacote, estavam Paulo Preto e o ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit) Luiz Antonio Pagot. Em entrevista, o ex-diretor da Dersa foi acusado por Pagot de ter feito caixa dois para campanhas tucanas.

A comissão, contudo, não aprovou a sugestão de votar o pedido no bloco. Na votação em separado, o pedido foi negado por 17 votos a 10.

Continua após a publicidade

O relator da CPI, Odair Cunha (PT-MG), disse que a comissão não está investigando caixa dois de campanhas políticas, mas uma “organização criminosa que tem tentáculos em várias partes do País, e precisamos entender estes tentáculos”. “Não há suspeitas de fraudes contra o deputado José Filippi”, afirmou.

Em entrevista, o ex-tesoureiro da campanha de Dilma foi acusado pelo ex-diretor do Dnit de ter feito pressão para que Pagot pedisse contribuições de campanha para o PT de empreiteiras que têm contratos com o órgão.

Durante os debates, o líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), defendeu a convocação do ex-tesoureiro petista. “Desconhecer que Zé Fillippi é citado por Pagot é absurdo”, disse. “Não ouvir o senhor de Fillippi é dar dois pesos, duas medidas”, criticou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.