Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Corpo de modelo morta na China chega a Fortaleza

Camila Bezerra foi encontrada morta em 1° de janeiro; corpo passará por exames que ajudarão na investigação das autoridades chinesas

O corpo da modelo brasileira Camila Bezerra, encontrada morta na China na madrugada de 1º de janeiro, chegou a Fortaleza na noite de quinta-feira, após 45 dias de espera e passará por uma necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Em seguida, será liberado para sepultamento.

Familiares e amigos acompanharam a chegada do corpo ao aeroporto internacional Pinto Martins. O corpo foi imediatamente recolhido ao IML, onde passará por exames que devem ajudar nas investigações que as autoridades chinesas conduzem sobre as causas da morte.

Camila foi encontrada morta no hall do condomínio em Cantão, província chinesa, onde morava havia seis meses. A principal suspeita das autoridades chinesas é que ela tenha cometido suicídio ao se jogar da janela do banheiro do apartamento onde morava, no 13º andar. A família não aceita essa possibilidade e suspeita que Camila tenha sido jogada, após uma briga com companheiras de apartamento – o quarto estava revirado.

Os legistas do IML de Fortaleza darão prioridade ao exame no corpo de Camila, e a previsão é que o sepultamento aconteça no final de semana.

Ajuda – O traslado de Camila Bezerra foi pago pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará ao custo de 50 000 reais. A família da modelo pediu ajuda ao governo do estado para arcar com essa despesa, alegando que não tinha condições para pagar o traslado. A demora na liberação do corpo ocorreu devido às investigações feitas pelas autoridades chinesas e a exigência de uma série de documentos do Brasil para o recebimento do corpo, dentre eles um alvará de Justiça que foi conseguido pela mãe de Camila, Goreth Bezerra, na véspera do feriado de Carnaval.

(Com Estadão Conteúdo)