Clique e assine com até 92% de desconto

Coronavírus: Brasil tem 486 mortes e mais de 11 mil casos

País registrou 54 novas mortes desde o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde há 24 horas

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 6 abr 2020, 09h58 - Publicado em 5 abr 2020, 17h51

O Ministério da Saúde divulgou na tarde deste domingo, 5, o novo balanço dos casos de Covid-19 no Brasil. O país tem 11.130 casos confirmados da doença (aumento de 852 casos de ontem para hoje) com 486 mortes – 54 novos óbitos em 24 horas (aumento de 12,5%).  No sábado, 4, havia 432 mortes e 10.278 casos confirmados. Com isso, a taxa de letalidade do coronavírus no país subiu para 4,4%.

A região que mais concentra casos de covid-19, segundo o ministério, é a Sudeste (6.678). Na sequência estão Nordeste (1.880); Sul (1.213); Centro-Oeste (708) e Norte (651). São Paulo continua sendo o estado com maior número de infectados – são 4620 pessoas com a doença; 275 mortos e com a taxa de letalidade em 6%. Apenas os estados do Acre e Tocantins não têm, até o momento, mortes confirmadas pela doença.

ASSINE VEJA

Até quando? As previsões dos cientistas para o fim do isolamento A imensa ansiedade para a volta à normalidade possível, os dramas das vítimas brasileiras e a postura equivocada de Bolsonaro diante da crise do coronavírus
Clique e Assine

De acordo com o Ministério da Saúde, quatro estados brasileiros e o Distrito Federal podem entrar em fase de aceleração descontrolada da epidemia de coronavírus nas próximas semanas. Isso indica que pode haver um aumento considerável no número de casos e possível colapso do sistema de saúde no Distrito Federal, São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro e Amazonas. “São os estados em que há uma relação de viagens internacionais maior.”, explica o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, sobre o porquê desses estados estarem nessa fase.

Ainda segundo Gabbardo, essa fase da pandemia do novo coronavírus pode acontecer gradativamente em outros estados. “Não vai continuar assim. A gente não espera que seja assim. Quando começar o inverno a tendência é que isso aconteça na região Sul do país. Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná começarão a apresentar número maior de casos no inverno”, ressaltou.

Rio de Janeiro

Foram registrados 148 novos casos de pessoas infectadas no Estado do Rio. Apesar disso houve uma redução no número de mortes desde o último balanço divulgado no sábado pelo Ministério da Saúde.  Ontem (4), o governo estadual registrou 11 mortes ocorridas de sexta-feira para sábado , ante seis divulgadas neste domingo.

Houve queda também no índice de pessoas contaminadas. De ontem para hoje, foram 148 novos casos. De sexta-feira para sábado, a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro registrou 172 pessoas infectadas pela covid-19.

Ao todo, o estado fluminense é o segundo estado com maior número de índices do Covid-19 com 1394 infectados e 64 óbitos – e outras 74 mortes em investigação.

Só na capital, 1.068 pessoas contraíram a doença – um índice de 76,6% dos casos no estado.

 

Continua após a publicidade
Publicidade