Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conselho da EBC diz estranhar acusações de ex-diretora

Por AE

São Paulo – Responsabilizado pela jornalista Tereza Cruvinel por sua saída da presidência da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), o Conselho Curador divulgou hoje nota em que diz “estranhar” essa postura e defende o secretário executivo do colegiado, criticado por Tereza em seu blog pessoal e em entrevista coletiva.

“A Presidência do Conselho Curador da EBC manifesta seu estranhamento com relação às recentes declarações da ex-diretora-presidente da EBC envolvendo o Conselho Curador da instituição e seu secretário executivo, uma vez que a decisão a respeito da renovação ou não do mandato da atual gestão é da competência exclusiva da Presidência da República”, diz a nota. Ontem, Tereza atribuiu sua saída a uma “questão de (disputa de) poder” e que “começaram a falar até em impeachment”.

No texto, o conselho “reitera sua ampla confiança no secretário executivo do Conselho Curador, Diogo Moyses, que nos últimos dois anos exerceu suas funções com profissionalismo, dedicação e elevado espírito público”. Por fim, o colegiado “reafirma o compromisso inarredável com sua missão institucional de defesa dos princípios da comunicação pública, estando sempre aberto ao diálogo com os dirigentes da instituição e com todos os setores da sociedade”.

Em carta aos conselheiros, Moyses rebate as acusações feitas por Tereza, mas diz compreender “de forma sincera as dificuldades enfrentadas neste momento e, portanto, as declarações intempestivas contra o Conselho Curador e secundariamente contra este secretário”. “Não poderia deixar de registrar o meu profundo repúdio à acusação da qual foi vítima, qual seja, a de plantar, a pedido de conselheiros não nomeados, notícias na imprensa sobre visões deste Conselho em relação ao processo sucessório”.