Clique e assine a partir de 9,90/mês

Conselheiro do TCE-RJ é encontrado morto em casa

Corpo de Júlio Lambertson Rabello foi encontrado com um tiro na cabeça Polícia não descarta hipótese de suicídio

Por Da Redação - 25 maio 2015, 17h25

O conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE-RJ) Júlio Lambertson Rabello, de 60 anos, foi encontrado morto com um tiro na cabeça em sua casa, no Cosme Velho, na Zona Sul. O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira.

O caso é investigado pela Polícia Civil do Rio, que não descarta a hipótese de suicídio. Foi feita perícia no local e familiares já foram ouvidos. Uma arma, que foi apreendida perto do corpo da vítima, passará por exames residuográficos.

Segundo amigos, na tarde de domingo, o conselheiro foi ao estádio do Maracanã para assistir ao jogo entre Fluminense e Corinthians. À noite, voltou para casa, e horas depois foi encontrado morto.

Rabello será cremado às 14h30 desta terça-feira, no Cemitério do Caju, na Zona Norte do Rio, onde também ocorrerá o velório.

Continua após a publicidade

Biografia – Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), o conselheiro ingressou na carreira pública em 1978, quando se tornou assistente jurídico do Detran. Em 1980, foi nomeado procurador do Ministério Público Estadual no TCE-RJ – desde 2005, ocupava uma cadeira de conselheiro.

Em 2014, Júlio Rabello foi investigado pelo próprio TCE-RJ devido à contratação de sua personal trainer como assistente de gabinete, com salário de 9.547 reais por mês. A professora de Educação Física Alessandra Evangelista ocupava o cargo desde maio de 2010 e deixou a função após a denúncia.

Em depoimento, Alessandra afirmou que o trabalho de personal trainer não era conflitante com suas funções no tribunal. A sindicância concluiu que não houve irregularidade na contratação e que a servidora cumpria a carga horária regular.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade