Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comitê pede o fim de 52 obras

Um relatório do Comitê de Avaliação das Informações sobre Obras e Serviços com Indícios de Irregularidades enviado nesta quinta-feira à relatoria-geral da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional recomenda a suspensão parcial da execução orçamentária e financeira de 52 empreendimentos que poderiam acarretar danos aos cofres públicos. Entre as obras estão o aprofundamento do canal de acesso do Porto de Rio Grande (RS), a complementação do Centro de Lançamento de Alcântara (MA), a construção da segunda pista de pouso e do satélite sul do Aeroporto Internacional de Brasília (foto), a reforma do sistema de pistas e pátios do Aeroporto Santos Dumont (RJ) e a manutenção de trechos rodoviários na BR-174, em Roraima.

Cabe ao plenário da comissão votar o documento para, então, repassá-lo ao Congresso, que vai decidir sobre a suspensão das obras, baseando-se também em informações encaminhadas pelo Tribunal de Contas da União aos membros da Casa. A obra de transposição do Rio São Francisco e a reforma do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, chegaram a constar na lista de irregularidades, que contava com 63 empreendimentos, mas foram excluídas por terem seus problemas sanados.