Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Comissão de Ética decide sobre Gilberto Carvalho

Por Giancarlo Lepiani 25 ago 2008, 07h27

A Comissão de Ética Pública avalia nesta segunda-feira as acusações que pesam contra o chefe de gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gilberto Carvalho. Ele aparece nas gravações da Operação Satiagraha da Polícia Federal comentando as investigações com o ex-deputado petista Luiz Eduardo Greenhalgh, advogado que atuou para o grupo de Daniel Dantas, do Banco Opportunity, um dos alvos da operação.

Em telefonema registrado pela PF, Carvalho falou sobre a operação, que era sigilosa. A denúncia contra o chefe de gabinete é de divulgação de informações privilegiadas a Greenhalgh. A Comissão de Ética, criada em 1999, até agora não decidiu por nenhuma punição rigorosa contra integrantes do governo envolvidos em irregularidades. Além do caso de Carvalho, a Comissão também discutirá a participação da ministra Dilma Rousseff no caso da venda da VarigLog.

Publicidade