Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com autoridades presas, Mato Grosso entrega estádio à Fifa

Arena Pantanal custou 570 milhões de reais e foi entregue um dia após ser deflagrada a quinta fase da Operação Ararath, que apontou desvio de 126 milhões de reais nos cofres públicos

Cercado de constrangimento pela prisão de autoridades do Estado pela Polícia Federal, o governo de Mato Grosso repassou oficialmente, nesta quarta-feira, à Fifa a administração da Arena Pantanal, estádio erguido em Cuiabá, ao custo de 570 milhões de reais, para a Copa do Mundo. Nenhuma cerimônia oficial foi agendada.

Nesta terça, a nova etapa da Operação Ararath da PF envolveu autoridades locais dos Três Poderes e constrangeu integrantes do governo do Estado. O governador Silval Barbosa (PMDB) chegou a ser detido e teve de pagar fiança por posse irregular de arma de fogo. A PF cumpriu buscas no apartamento dele e na casa do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), em busca de documentos sobre empréstimos irregulares realizados com empresas de venda de crédito e indícios de lavagem de dinheiro. Durante as buscas, os agentes encontraram uma pistola com registro vencido na casa do governador. Outros alvos foram a sala de um promotor de Justiça no Ministério Público Estadual, o gabinete de um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado e o prédio da Assembleia Legislativa.

Leia também:

PRF acha R$ 1 milhão em carro de homem ligado a deputado

A PF prendeu por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF) o deputado estadual e presidente licenciado da Assembleia, José Riva (PSD), e o ex-secretário estadual Eder Moraes (PMDB) – presidente do clube de futebol Mixto. Moraes foi figura central no governo do hoje senador Blairo Maggi (PR), também citado no inquérito. O ex-secretário ocupou a pasta da Fazenda no governo de Maggi e depois assumiu a Casa Civil e a Secretaria da Copa na gestão Silval Barbosa.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, esteve em Cuiabá em meio à operação. A passagem foi discreta. Ele vistoriou a Arena e disse, pelo Twitter, que o Comitê Organizador Local (COL) precisa “trabalhar a todo vapor para transformar a arena Pantanal num estádio da Copa”. O governo estadual disse que todas as cadeiras já foram instaladas. Na prática, a partir desta quarta, a Fifa passa a responder pelo estádio e deve fazer retoques, limpeza e instalar estruturas móveis de apoio. A vistoria de Valcke não foi divulgada pelo governo de Mato Grosso, ao contrário do que ocorreu em visitas anteriores do secretário-geral da Fifa e de comitivas de estrangeiros.