Clique e assine com até 92% de desconto

Com apoio de Lindbergh Farias, PSB leva 2 cidades no estado do Rio

Senador petista tem ambições ao governo do estado em 2014, e sonha com a retribuição do apoio do partido. PMDB também elegeu mais dois prefeitos

Por Pollyane Lima e Silva, do Rio de Janeiro 28 out 2012, 18h37

Na queda de braço direta entre os dois prováveis candidatos ao governo do Rio de Janeiro em 2014, o senador Lindbergh Farias (PT) levou a melhor sobre o atual vice-governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB). A aposta feita pelo petista de apoiar o PSB – de olho, claro, em um retribuição daqui a dois anos – rendeu bons resultados.

O partido elegeu os dois candidatos a prefeito que foram para o segundo turno contra o PMDB: Alexandre Cardoso, em Duque de Caxias, e Rubens Bomtempo, em Petrópolis – onde o senador foi contra o movimento de sua própria legenda e pediu votos sozinho para o candidato do PSB. Cardoso ainda contou com o apoio de Lindbergh na apuração dos votos, acompanhada na casa do agora prefeito eleito.

Disputando ao todo quatro prefeituras diretamente, o PMDB de Cabral e Pezão venceu em duas: Nova Iguaçu, com Nelson Bornier, e Volta Redonda, com a reeleição de Antônio Neto. A prefeitura de Niterói também pode entrar na conta a favor dos peemedebistas, que apoiavam o candidato do PT, Rodrigo Neves, que saiu vitorioso – e não tinha o apoio explícito de Lindbergh. Mas, no total, o PMDB encerra 2012 com dez prefeituras a menos do que havia conquistado quatro anos antes, 25.

Mas na única cidade em que Pezão e Lindbergh uniram forças para pedir votos para o candidato do PDT, os dois saíram derrotados. São Gonçalo, o segundo maior colégio eleitoral do estado, deu a vitória à terceira corrente política forte para as eleições de 2014, a do ex-governador Anthony Garotinho (PR), que ajudou a eleger Neilton Mulim, de seu partido.

Em Belford Roxo, o PC do B emplacou seu primeiro prefeito no Rio de Janeiro, Dennis Dauttmann.

Confira, abaixo, os resultados do segundo turno no Rio:

Belford Roxo

Dennis Dauttmam (PC do B) – 61,46%

Waguinho (PRTB) – 38,54%

Duque de Caxias

Alexandre Cardoso (PSB) – 51,51%

Washington Reis (PMDB) – 48,49%

Niterói

Rodrigo Neves (PT) – 52,55%

Felipe Peixoto (PDT) – 47,45%

Continua após a publicidade

Nova Iguaçu

Nelson Bornier (PMDB) – 55,30%

Sheila Gama (PDT) – 44,70%

Petrópolis

Rubens Bomtempo (PSB) – 56,05%

Bernardo Rossi (PMDB) – 43,95%

São Gonçalo

Neilton Mulim (PR) – 56,78%

Adolfo Konder (PDT) – 43,22%

Volta Redonda

Antônio Neto (PMDB) – 55,15%

Zoinho (PR) – 44,85%

Leia também:

Divididos, PT e PMDB medem forças no 2º turno no estado do Rio

Disputa pelo governo do Rio em 2014 põe PT e PMDB em lados opostos

Continua após a publicidade
Publicidade