Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Cinco são presos por desviar recursos públicos em GO

Por Da Redação 8 fev 2012, 14h57

Por Priscila Trindade

São Paulo (AE) – A Operação Biópsia, iniciada ontem, prendeu cinco pessoas suspeitas de envolvimento no desvio de recursos públicos na Associação de Combate ao Câncer em Goiás (ACCG). A ação continua a ser realizada nesta quarta-feira e os nomes dos presos ontem não foram divulgados para não atrapalhar as investigações.

Deflagrada pelo Ministério Público, com o apoio da Polícia Militar, a operação resultou no cumprimento de sete mandados de busca e apreensão. Foram recolhidos documentos e CPUs de computadores. Entre os presos estão quatro integrantes da ACCG e um empresário, residentes na Região Metropolitana de Goiânia.

A operação é resultado de investigação criminal instaurada pelo Gaeco, que há cerca de seis meses apura indícios de diversas irregularidades. Entre as práticas já comprovadas estão o uso de notas frias, o pagamento de produtos que não foram entregues, além do pagamento de supersalários.

Na ação realizada hoje estão envolvidos 40 homens do Comando de Operações Especiais, e outros 15 do setor de inteligência da PM.

Continua após a publicidade
Publicidade