Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ciclistas protestam no Rio por falta de segurança nas ruas

Ato será às 20h, no cruzamento onde jovem foi atropelado por ônibus nesta 5ª

Por Da Redação
4 jul 2013, 16h27

Na noite desta quinta-feira, os ciclistas do Rio de Janeiro saem às ruas da cidade para protestar pela falta de segurança no trânsito. O último ato nesse sentido ocorreu em maio, depois que um triatleta morreu atropelado por um ônibus enquanto treinava. Dessa vez, a vítima fatal é Jeferson Damasceno, de 18 anos, também por um ônibus na manhã nesta quinta-feira enquanto andava de bicicleta na Avenida Augusto Severo, na Glória, Zona Sul do Rio.

O ato, às 20h, será realizado no mesmo local do acidente, segundo evento criado no Facebook. “Independente da responsabilidade no acidente, vamos nos encontrar na Rua Augusto Severo, e fazer um ato parar marcar a insegurança dos ciclistas no trânsito do Rio de Janeiro”, dizem os organizadores. Também será promovida uma roda de conversa sobre a insegurança dos ciclistas no trânsito.

Segundo o jornal carioca Extra, o ônibus da linha 178 (São Conrado x Rodoviária) que atropelou Jeferson foi multado 48 vezes entre dezembro de 2008 e julho deste ano, somando mais de 4.500 reais em multa. Transitar em velocidade acima do permitido corresponde a 20% das infrações do coletivo. O acidente é investigado pela 9ª DP (Catete). O motorista do ônibus Euzébio Francisco das Chagas, de 43 anos, prestou depoimento na delegacia e será indiciado por homicídio culposo (sem intenção).

Leia: Criar faixas exclusivas para ciclistas é só o começo

Outros casos – No dia 8 de maio, dois adolescentes foram atropelados por ônibus municipais – um em Vargem Grande e outro na Barra da Tijuca. Um dos rapazes morreu e o outro ficou ferido. Em 30 de abril, o dentista e triatleta Pedro Nikolay, de 31 anos, foi atropelado e morto por um ônibus da linha 433 (Leblon-Vila Isabel) em Ipanema (Zona Sul). O motorista do ônibus não prestou socorro e disse à Polícia Civil não ter notado o atropelamento. No dia 31 de março, a produtora da TV Globo Gisela Matta, de 36 anos, andava de bicicleta pelo Leblon (Zona Sul) quando foi atropelada por um ônibus na esquina das ruas Bartolomeu Mitre e General San Martin. Hospitalizada, ela morreu no dia seguinte.

Leia também:

Leia também: Quatro ciclistas mortos atropelados por ônibus em 40 dias

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.