Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chuva provoca alagamentos, para trens e deixa 1 morto

Homem morreu eletrocutado após a queda de uma árvore. As zonas Oeste, Leste, Norte, o Centro e parte da Zona Sul estão em estado de atenção

(Atualizado às 19h)

A forte chuva forte que atinge São Paulo nesta quarta-feira provocou a morte de uma pessoa e levou verdadeiro caos à capital paulista: às 17h05 havia sete pontos de alagamento na cidade – todos eles intransitáveis, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura. Já a CET registrava 67 quilômetros de congestionamento no horário. Imagens de televisão mostram a Radial Leste, uma das principais vias de acesso à Zona Leste, totalmente travada. Com exceção da Linha 4 – Amarela, todas as linhas do metrô operam com velocidade reduzida. As zonas Oeste, Leste, Norte, o Centro e parte da Zona Sul estão em estado de atenção para alagamentos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma pessoa morreu eletrocutada na Rua Tupi, em Santa Cecília, região central, após a queda de uma árvore que soltou a fiação aérea.

Leia também:

A São Paulo que não quer chuva

As chuvas provocaram o transbordamento do Ribeirão dos Meninos, na divisa entre São Caetano do Sul e Santo André, no ABC. Por isso, a Linha 10-Turquesa da Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) chegou a ficar paralisada, mas já voltou a operar em velocidade reduzida, entre as Estações Prefeito Celso Daniel-Santo André e São Caetano do Sul. A linha 7-Rubi continua paralisada.

A prefeitura recebeu informes de chuva de granizo na Vila Matilde, Vila Maria, Consolação e no Ipiranga. Ainda de acordo com o CGE, as rajadas de vendo chegaram a 48,2 km/h no Aeroporto de Congonhas.

(Com Estadão Conteúdo)